domingo, 6 de agosto de 2017

Tráfico internacional de lixo - você sabia?

Você sabia que além dos tráficos de drogas, armas e pessoas existe também o tráfico internacional de lixo? Uma triste realidade. 
Segundo o Instituto Brasileiro Giovanni Falcone "Ao contrário do imaginado, os lucrativos “negócios” mafiosos não se exaurem no tráfico de drogas, armas e pessoas. Outro filão enche os bolsos das máfias e de corporações industriais aliadas do Primeiro Mundo. Trata-se do tráfico internacional de lixo, perigoso à saúde humana e ao meio ambiente.
Só em 2003, o “business” do tráfico planetário de lixo rendeu 15 bilhões de euros (fonte européia). E entre 2000 e 2002, o ganho progrediu de US$ 10 bilhões a US$ 12 bilhões (fonte norte-americana)." 
No Brasil, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei 12.305 de 2 de agosto de 2010, proíbe a importação de resíduos perigosos em seu artigo 49 (veja a transcrição abaixo):
"Art. 49. É proibida a importação de resíduos sólidos perigosos e rejeitos, bem como de resíduos sólidos cujas características causem dano ao meio ambiente, à saúde pública e animal e à sanidade vegetal, ainda que para tratamento, reforma, reúso, reutilização ou recuperação."
É necessário que haja maior fiscalização nas fronteiras a fim de evitar esse crime ambiental e maior investimento no tratamento dos resíduos nos locais gerados.